SNA DENASUS MS
Sistema Nacional de Auditoria Departamento Nacional de Auditoria do SUS Ministério da Saúde

Auditores passam por apresentação de Protocolo de Terapia Renal Substitutiva em SP - {ts '2017-02-13 00:00:00'}
Material foi elaborado para atender a diretriz para as ações do Denasus

Nos dias 13 e 14 de fevereiro, técnicos da Seção de Auditoria de São Paulo, componente federal do Sistema Nacional de Auditoria (SNA) e da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo, componente municipal do SNA, apresentarão o Protocolo de Terapia Renal Substitutiva (TRS) aos auditores dos componentes estadual, municipal e federal do SNA de São Paulo.

(Clique na foto para ampliá-la.)

O Protocolo de Auditoria em Doença Renal Crônica foi elaborado para atender a diretriz para as ações do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) que prevê que as auditorias estejam voltadas para o diagnóstico e transparência na aplicação dos recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). O treinamento acontece no anfiteatro do Núcleo Estadual do Ministério da Saúde em São Paulo (NEMS/SP).

O Protocolo tem como objetivo verificar o cumprimento da ‘Politica Nacional de Atenção ao Portador de Doença Renal’ contemplando os eixos de Gestão da Política e de execução dos Serviços.

A construção deste Protocolo é resultado de um trabalho iniciado em 2002 pela equipe de técnicos da Seção de Auditoria de São Paulo, na criação do Comitê de Terapia Renal Substitutiva.

A partir de estudos e da experiência em campo, a equipe identificou a necessidade de ampliar o foco das auditorias contemplando não só as unidades prestadoras, como também a gestão da assistência de maneira mais abrangente.

O Denasus identificou a necessidade de sistematizar as ações de auditoria em TRS através da criação de um protocolo, recentemente. Atualmente este instrumento está em fase de teste com a aplicação de um projeto piloto pela equipe designada pelo órgão. Após a homologação, este instrumento estará disponível para todo o Sistema Nacional de Auditoria (SNA).

Atualmente, este instrumento está em fase de teste com a aplicação de um projeto piloto pela equipe designada pelo órgão central do Denasus. Após a homologação, este instrumento estará disponível para todo o SNA.

Por Janiara Lara


http://sna.saude.gov.br